sexta-feira, 12 de julho de 2013

Wander Wildner - No Ritmo da Vida


O mês de julho é o mês do rock, você já deve ter visto isso em um monte de lugares. Pois, aqui vai ver isso também... hehehe... Apesar da primeira postagem desse mês não ter sido de rock (Chico Buarque - Perfil 1993), escolhido em virtude de toda a movimentação de protestos, agora definitivamente entramos no ritmo do momento, ou seria o Ritmo da Vida? Esse é o nome dessa coletânea do cantor gaúcho Wander Wildner, que ficou famoso com sua banda punk Replicantes, lançada em 2004.

Escrevo hoje sobre Wander Wildner, pois, além de representar o rock nacional, ele se apresenta essa noite em Joinville no Bovary Snooker Pub. Isso em comemoração ao Dia Mundial do Rock, que é mais precisamente amanhã, dia 13 de julho. Antes do ícone nacional do punk brega, como ele cita o próprio estilo, a banda Radiophonics sobe ao palco da casa para abrir a noite.

Wander Wildner é um cara sossegado, simples e de uma inteligência ímpar para criar composições diferenciadas, que flutuam realmente num ambiente meio punk brega mesmo. É assim com algumas das faixas mais impagáveis do rock nacional, como as músicas "Eu Não Consigo Ser Alegre O Tempo Inteiro" ou ainda "Eu Tenho Uma Camiseta Escrita Eu Te Amo".

Na minha opinião, uma de suas melhores composições, juntamente com as já citadas, talvez seja "Mantra das Possibilidades". Trata-se de uma música extremamente simples, mas também extremamente profunda, e porque não dizer, complexa. Mas, é preciso que você entre na "viagem" para curtir as possibilidades desse mantra: "Minha vontade é ser bonito, mas não consigo. Eu sempre volto atrás" e por aí vai...

O maior sucesso da carreira solo de Wander Wildner é "Bebendo Vinho", que ganhou notoriedade nacional ao ser gravada pela banda Ira!. É a verdadeira ode dos boêmios rockeiros por aí, com o super sugestivo refrão: "Vou me entorpecer bebendo vinho". Isso sem mencionar a frase "Meu cachorro Vênus foi roubado, fiquei um pouco preocupado", em que denota ao mesmo tempo uma ligeira preocupação (ou não!) com relação ao querido cachorro de estimação.

Entre no clima, não se preocupe com a seriedade das coisas e apenas deguste sem moderação o som viajante com composições bem sacadas da mente simples e brilhante de Wander Wildner.


Músicas de "No Ritmo da Vida", de Wander Wildner:

1. Bebendo Vinho
2. Eu Não Consigo Ser Alegre o Tempo Inteiro
3. Anjos e Demônios
4. Eu Tenho Uma Camiseta Escrita Eu Te Amo
5. Mantra das Possibilidades
6. O Sol Que Me Ilumina
7. Ustê
8. Adeus às Ilusões
9. No Ritmo da Vida
10. Damas da Noite
11. On The Road
12. Ensaístico

Nenhum comentário:

Destaques

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...