domingo, 25 de novembro de 2012

Madonna - MDNA


A popstar Madonna volta a se apresentar no Brasil no início de dezembro. A perna brasileira da nova turnê passa por Rio de Janeiro no dia 2, São Paulo no dia 4 e Porto Alegre no dia 9. Os ingressos estão à venda na internet e tem até promoções dando entradas para os fãs mais dedicados. Pela nova vinda da cantora, resolvi escrever sobre o seu mais recente trabalho de estúdio.

Já escrevi aqui que Madonna vem desde o final dos anos 1990 numa evolução cada vez mais voltada para a música eletrônica. Essa teoria se confirma com o mais recente disco, intitulado, de uma forma bem moderna, apenas "MDNA". Para os mais perdidos, essa é uma sigla significando justamente o nome da cantora tirando algumas das vogais. (Na realidade, acho difícil que alguém não tenha percebido isso...).

Desde "Ray Of Light", de 1998, passando por "Music", 2000; "Confessions On A Dance Floor", 2005; até "Hard Candy", de 2008; Madonna vem trilhando esse caminho antenada com o atual momento da música mundial. Se em "Hard Candy", ela foi em direção ao R&B e ao hip hop, com a produção de Timbaland em algumas canções, em "MDNA", a cantora vai para a música eletrônica em si, com produção de Benny Benassi, em uma das faixas.

"MDNA" é o 12º disco de estúdio da norte-americana. Como tem feito nos álbuns anteriores, ela teve a colaboração de diversos produtores, e não somente um como muitas bandas fazem normalmente. Mesmo assim, os CDs dela não parecem amontoados de canções, ela consegue manter uma coerência perpassando por todas as faixas.


Mencionando as músicas em si, a minha preferida é "Turn Up The Radio". É o terceiro single do disco e mostra uma Madonna ao mesmo tempo ligada na nova música e madura, o que pode parecer uma contradição. Ela consegue em "Turn Up The Radio" mesclar uma canção dançante, animada, com uma vocalização interessante sem se entregar ao ridículo - mais ou menos, como o Black Eyed Peas faz também.

Devo confessar que num primeiro momento, o CD "MDNA" não me mostrou confiança. Especialmente devido à primeira música de trabalho. Em "Give Me All Your Luvin'", Madonna fez igual às fracas músicas pop de hoje em dia. Apesar da letra até interessante, estamos falando de música então, é a melodia que conta bastante e em "Give Me All Your Luvin'", ela não foi feliz. E a participação de Nicki Minaj e M.I.A. não ajudou muito.

Quero trabalhar um pouco mais essa questão do primeiro single. Aqui, ao invés de mostrar a grande mulher e cantora que é, ela se entrega às facilitações dos tempos atuais e se mostra como essas adolescentes que vira e mexe aparecem nas paradas de sucesso e logo somem. Madonna é mais que isso e não precisa se rebaixar a tal ponto para fazer sucesso, a confirmação disso que escrevi é a própria "Turn Up The Radio".

Algumas das demais músicas se voltam bem para a música eletrônica mesmo, como "Girls Gone Wild" e "Some Girls". Há uma canção mais lenta, mas, mesmo assim, cheia de efeitos eletrônicos, é o caso de "Superstar" (que absolutamente não tem nada a ver com a canção de mesmo nome de Lauryn Hill).


Às vezes, algumas canções desse disco faz lembrar da Madonna dos anos 1980, como é o caso de "I'm a Sinner". Uma das músicas que eu destaco do CD é a quase soturna "Love Spent". Após todos os ritmos dançantes de até então, Madonna fecha seu álbum de forma introspectiva, por isso "Materpiece" e "Fallin' Free" se destacam das demais pela calmaria, mas sem o peso dos sintetizadores.

Quem tem interesse em ler meus outros textos sobre CDs e DVDs da Madonna pode clicar nos já citados (o que tem link é que tem texto sobre) ou ainda nos aqui mencionados: "The Confessions Tour", "Sticky & Sweet Tour" e "Celebration".


Músicas do CD "MDNA", de Madonna:


1. Girls Gone Wild
2. Gang Bang
3. I'm Addicted
4. Turn Up The Radio
5. Give Me All Your Luvin' (feat. Nicki Minaj and M.I.A.)
6. Some Girls
7. Superstar
8. I Don't Give A (Feat. Nicki Minaj)
9. I'm a Sinner
10. Love Spent
11. Masterpiece
12. Falling Free


CD bônus:
1. Beautiful Killer
2. I Fucked Up
3. B-day Song (feat. M.I.A.)
4. Best Friend
5. Give Me All Your Luvin' (Party Rock Remix) (featuring LMFAO and Nicki Minaj

Nenhum comentário:

Destaques

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...