sexta-feira, 27 de julho de 2012

Rolling Stones - Bridges to Babylon


Nesse mês de julho, os Rolling Stones comemoram 50 anos de história. O cinquentenário completou-se no dia 12. Como já postei aqui sobre um dos principais discos da carreira deles, Let It Bleed, hoje escolhi o "Bridges to Babylon", de 1997, que é um pouco menos velho. Nessa época, os Rolling Stones já eram o grande ícone do rock que são atualmente, já tinham os principais sucessos, como "(I Can't Get No) Satisfaction" e "Jumpin' Jack Flash", e faziam turnês muito lucrativas. Mesmo assim, lançaram um álbum de qualidade, com boas músicas, e que fez sucesso comercial também.

"Bridges to Babylon" mostra os Rolling Stones com a veia rock e conectados ao mundo atual da época. "Flip The Switch", que abre o disco, é uma canção rock com riff bem trabalhado bem como os fãs gostam. A pulsação da música faz com que o ouvinte já seja conectado ao ritmo do rock and roll.

"Anybody Seen My Baby?" é, em minha opinião, a melhor faixa de "Bridges to Babylon". Além de um grande videoclipe, a faixa conecta bem o som moderno da época com o rock. Os Rolling Stones tentavam fazer esse tipo de canção desde os anos 1980.

Mick Jagger e companhia também costuma fazer belas baladas. E em "Bridges to Babylon" não é diferente. Isso fica bem evidente com "Already Over Me", "Always Suffering" e "How Can I Stop". A faixa "Gunface" segue um pouco a mesma linha de "Anybody Seen My Baby", mas não chega a ser tão boa quanto a anterior.

Há um outro tipo de batida que os Rolling Stones também gostam bastante, é o reggae. "You Don't Have to Mean It" não chega a ser um som derivado daquele feito por Bob Marley propriamente dito, mas tem a levada. Em cada disco do grupo, o guitarrista Keith Richards canta uma música e, em "Bridges to Babylon", "You Don't Have to Mean It" é exatamente essa. Ele costuma fazer os mesmos nos shows, cada vez escolhendo uma música diferente.


Começando com um baixo intimista, "Out Of Control" pega o ouvinte de assalto e se configura também como uma das melhores faixas do CD. "Bridges to Babylon" contém outra faixa de sucesso comercial da época, ela é "Saint of Me", que é belamente apresentada no DVD ao vivo daquela turnê, que carrega o mesmo nome desse disco.


Com "Bridges to Babylon", os Rolling Stones provaram que ainda estavam firmes e fortes. Não duvido que com um novo CD, eles façam o mesmo novamente.




Faixas de "Bridges to Babylon"



1. Flip the Switch
2. Anybody Seen My Baby?
3. Low Down
4. Already Over Me
5. Gunface
6. You Don't Have to Mean It
7. Out of Control
8. Saint of Me
9. Might as Well Get Juiced
10. Always Suffering
11. Too Tight
12. Thief in the Night
13. How Can I Stop?

---

Avaliação - 4 estrelas


Nenhum comentário:

Destaques

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...