quarta-feira, 16 de maio de 2012

Cidade Negra - Quanto Mais Curtido Melhor


Nessa sexta-feira, dia 18 de maio de 2012, a banda Cidade Negra faz seu show no Big Bowlling (Rua São Paulo, 185, Centro, Joinville) a partir das 23 horas. Gostaria de aproveitar para postar aqui sobre o álbum "Quanto Mais Curtido Melhor", do grupo. Na minha opinião, esse é o melhor disco da carreira do Cidade Negra, em que eles estavam em um momento especial de inspiração, tinham exposição na mídia e configuravam-se como um dos principais nomes do pop-rock nacional.

Muitos podem ter estranhado o termo "pop-rock" já que a banda se considera de reggae. Originalmente sim o Cidade Negra era um grupo que tocava o som de Bob Marley. Porém, mais especificamente em "Quanto Mais Curtido Melhor", eles estavam em um momento um pouco distante desse som inicial e flertando cada vez mais com a música pop. Não trata-se de uma crítica, é apenas uma análise.

Lançado em 1998, o CD foi produzido por Liminha e conta com a participação da cantora africana Angelique Kidjo (na faixa "Ponto de Mutação") e de Lulu Santos (em "Sábado à Noite"). Os principais hits do disco foram "Sábado à Noite" e "A estrada".

Com apenas 11 faixas, "Quanto Mais Curtido Melhor" segue uma tendência bastante atual de discos com cerca de 10 ou 11 músicas. O título do CD indica exatamente o seu maior hit, já que "Sábado à Noite" fala de festas e foi produzida de forma a levar quem escuta a dançar.

Há algumas músicas desse disco, como "Rio Pro Mar", "Os Anjos" e "O Vacilão" que colocam o Cidade Negra marcadamente como banda de reggae. Já faixas como "A estrada", "Já foi" e "Voltando para casa" trazem a banda mais próxima ao pop-rock, como foi dito anteriormente.

Uma característica clássica do reggae, que é o baixo em destaque, se mantém em todas as 11 canções. Pessoalmente, uma das minhas preferidas, talvez a mais, de "Quanto Mais Curtido Melhor" seja "Nos Barracos da Cidade". Ela traz uma aura calma e tranquila sonoramente, mas a letra apresenta uma crítica social bem verdadeira.

A formação do Cidade Negra que vem a Joinville é a mesma da gravação de "Quanto Mais Curtido Melhor": Toni Garrido, voz e violão; Bino Farias, baixo; Da Gama, guitarra; e Lazão, bateria e vocal. Nesse meio tempo entre o CD, 1998, e hoje, Toni chegou a esboçar uma carreira solo, mas acabou voltando a uma das principais bandas da história da música brasileira.



Faixas do CD "Quanto Mais Curtido Melhor", do Cidade Negra


1. Já Foi
2. Ponto de Mutação
3. Sábado À Noite
4. Rio Pro Mar
5. A Estrada
6. Voltando para Casa
7. O Vacilão
8. A Cor Do Sol
9. Nos Barracos Da Cidade
10. Os Anjos
11. País Da Fantasia


--

Avaliação - 3 estrelas

Nenhum comentário:

Destaques

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...