quarta-feira, 20 de julho de 2011

Festival de Dança de Joinville começa hoje


O 29º Festival de Dança de Joinville começa nessa quarta-feira, dia 20 de julho de 2011, e vai até o dia 30. O evento conta com uma programação diferenciada para atrair um público de todas as idades nos 11 dias de evento. A ampla grade de programação conta com espetáculos, mostras competitivas, não competitivas e atividades didáticopedagógicas estarão ao alcance dos participantes e da comunidade.

A Noite de Abertura, hoje, 20 de julho, contará com uma apresentação da Cia. Deborah Colker, do Rio de Janeiro (RJ). O espetáculo “Tatyana”, que ocorre às 20 horas, no Centreventos Cau Hansen, é baseado na obra do escritor russo Aleksandr Púchkin chamada “Evguêni Oniéguin.” Trata-se de um balé contemporâneo, interessado mais em traduzir sentimentos do que uma narrativa.

Em 25 de julho, às 20 horas, a Noite de Gala recebe o Balé Teatro Castro Alves, de Salvador (BA). O espetáculo “A quem possa interessar” é dirigido por Jorge Vermelho e coreografado por Henrique Rodovalho. O trabalho surgiu a partir do conceito do questionamento individual e busca de uma identidade dentro de um coletivo, tendo como instrumento a memória do corpo e o conteúdo de vida.

A Mostra Competitiva, um dos momentos mais aguardados pelos grupos de dança, inicia em 21 e segue até 29 de julho, às 19 horas, com uma breve interrupção em 25 de julho, para a Noite de Gala. Nestas noites, grupos de 13 estados brasileiros – mais o Distrito Federal – sobem ao palco com trabalhos em gêneros diferenciados. Ao todo, 136 companhias apresentarão 239 coreografias de Balé Clássico, Balé Clássico de Repertório, Dança Contemporânea, Danças Populares, Jazz, Sapateado e Danças Urbanas.

Os melhores da 29ª edição se apresentam na Noite dos Campeões, sábado, 30 de julho, às 19 horas. Nesta noite também são conhecidos os ganhadores dos prêmios especiais – melhor grupo, coreógrafo revelação, melhor bailarina, melhor bailarino e bailarino revelação.

O Meia Ponta é uma mostra competitiva voltada para crianças de 10 a 12 anos. O evento ocorre de 25 a 27 de julho, às 14h e 16h. A Tarde dos Campeões (27) será às 15h. Este ano, 30 grupos se apresentarão com 44 coreografias nos gêneros Balé Clássico, Balé Clássico de Repertório, Danças Populares, Danças Urbanas, Jazz e Sapateado.

Moradores de Joinville, turistas e comunidade da região também podem assistir, gratuitamente, espetáculos nos Palcos Abertos. Vários locais, entre praças, shopping centers, bairros, empresas, lar para idosos e até hospitais terão dança em horários diferenciados durante 10 dias de evento.

Para os que apreciam a diversidade em forma de dança, não podem perder a Mostra Contemporânea de Dança, que reflete o que há de mais atual nesta arte no Brasil e exterior. O evento ocorre sempre às 22 horas, no Teatro Juarez Machado, de 21 a 29 de julho.

As companhias convidadas para a Mostra Contemporânea de Dança também ministram aos participantes do Festival os Workshops Coreográficos, compartilhando os estudos, pesquisas e questionamentos que norteiam seus trabalhos.

Os amantes do Hip Hop e de toda a cultura urbana não podem perder o 6º Encontro das Ruas, que será realizado em 23 e 24 de julho, no ginásio do Sesc, a partir das 14h e das 10h, respectivamente. A programação reúne eventos como a Mostra de Graffiti, as batalhas de MCs, B.Boys, B. Girls, Hip Hop FreeStyle, Popping, Locking e House Dance.

Os Cursos e Oficinas, ministrados por professores de reconhecido talento artístico e qualidade pedagógica, integram a programação didático-pedagógica do Festival, que atrai bailarinos de todo o País, em busca de aperfeiçoamento e atualização. Este ano, serão oferecidas 1.630 vagas nos mais variados gêneros e vertentes da dança.

Em sua 5ª edição, Seminários de Dança traz como tema “Criação, Ética, Pa..ra..rá..pa..ra..rá – modos de criação, processos que desaguam em uma reflexão ética.” De 28 a 30 de julho, das 9 às 18 horas, cerca de 400 pessoas participarão deste encontro de coreógrafos, pesquisadores, estudantes e bailarinos, para debater sobre processos de criação em dança. O evento será no Teatro Juarez Machado.

No primeiro dia, às 18h, no Foyer do Teatro Juarez Machado, será feita uma homenagem à bailarina, coreógrafa e pesquisadora Angel Vianna. No mesmo espaço haverá uma exposição contando sua trajetória no mundo da Dança. No segundo dia, ocorre o lançamento do livro “Seminários da Dança 4 – O Avesso do Avesso do Corpo – Educação Somática Como Práxis”, relativo a 2010.

O Projeto Dança Comunidade demonstra a responsabilidade social do Festival de Dança de Joinville. Nos dias 25 e 26 de julho, das 14 às 17 horas, no Teatro do Sesc, profissionais envolvidos na dança com o viés da educação e em projetos sociais, se reúnem com os participantes para trocar ideias na busca de novas possibilidades que possam mudar a realidade de comunidades do Brasil.

As bailarinas e professoras Thereza Aguilar e Ângela Ferreira serão as condutoras das conversas e repassarão aos participantes suas experiências e conhecimento nos temas centrais do evento, “Dança em Projetos Sociais” e “Dança e Educação”.

A Rua da Dança também é um evento garantido neste Festival. Com uma programação diversificada e gratuita, amigos, namorados e a família inteira podem aproveitar para curtir um dia diferente. As atividades serão realizadas na Estação da Memória, junto à Estação Ferroviária de Joinville, no dia 23 de julho, das 10h às 17 horas. Para envolver ainda mais as pessoas, outra atração que tem feito muito sucesso na cidade fará parte da Rua da Dança: o Mercado de Pulgas.

Quem é curioso e gostaria de saber o que acontece atrás das cortinas do palco do Centreventos Cau Hansen, não pode perder a oportunidade de participar do Visitando os Bastidores. As visitas guiadas podem ser feitas mediante agendamento, no balcão de informações da Feira da Sapatilha, de 21 a 30 de julho, das 14 às 17 horas, gratuitamente. A ideia é que grupos de até dez pessoas conheçam as instalações do Centreventos Cau Hansen e tudo que envolve a realização do Festival de Dança de Joinville.

Em 2011, a Passarela da Dança chega a sua quarta edição como um dos eventos mais agitados e disputados do Festival de Dança de Joinville. Os desfiles, com as principais marcas que expõem na Feira da Sapatilha, atraem um público formado por jovens antenados nas tendências da “moda palco” e lotam os espaços destinados a esta atração.

Uma novidade é a parceria que o festival fez com a Universidade da Região de Joinville (Univille). A instituição fará a produção do casting e preparação de toda a ambientação fashion que um evento como este exige. Este ano, o evento ocorre na Feira da Sapatilha de 26 a 28 de julho, a partir das 17 horas. A entrada é gratuita.

Falando em Feira da Sapatilha, todos os que participam do Festival de Dança ou aqueles que gostam de marcar um encontro para passear, visitar lojas ou até mesmo tomar um café não deixam de dar uma passadinha por lá.

Ela reúne no Expocentro Edmundo Doubrawa, ao lado do Centreventos Cau Hansen, a galera que também quer conferir um dos Palcos Abertos do evento, 1.500 m² de estandes que comercializam produtos voltados para os bailarinos, artesanatos da região, livros, roupas, acessórios e uma infinidade de produtos e serviços. Sem contar, claro, nas saborosas refeições.

Para completar a extensa programação do Festival, o público poderá prestigiar uma Feira de Artesanato, anexa a Feira da Sapatilha, no Centreventos Cau Hansen, com produtos de artesãos de Joinville e região. E para informar todas estas atrações, a TV Festival entra no ar. Telas instaladas na Feira da Sapatilha e no Centro de Convenções mostrarão para todos o que rola no maior festival de dança do mundo.

Além de toda a programação tradicional, nesta edição haverá o lançamento do documentário “Poesia em Movimento”, sobre a carreira da coreógrafa Roseli Rodrigues, falecida em 2010. Roseli foi criadora e diretora do Grupo Raça, de São Paulo, além de curadora artística do Festival de Dança em 2003 e 2004 e professora de cursos em várias edições do evento. O documentário será lançado em 27 de julho, às 17h30, na Feira da Sapatilha.

Um outro evento que acontece simultaneamente ao Festival de Dança, numa realização da Associação Joinvilense de Dança do Salão (Ajods), é o Ritmos a Dois. Este ano, o Concurso de Dança de Salão de Joinville esta na 4ª edição. Bolero, tango, samba de gafieira, forró, salsa e zouk são os gêneros apresentados em seis dias de competição. O evento ocorre na Sociedade Harmonia Lyra, em Joinville, de 18 a 23 de julho. Além da competição, haverá bailes, workshops, oficinas e palestras. Mais informações no site http://ritmosadois.com.br/blog/.

Nenhum comentário:

Destaques

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...