segunda-feira, 7 de junho de 2010

Prêmio Desterro divulga jurados


O 1º Festival de Dança de Florianópolis, o Prêmio Desterro, confirmou seus jurados nessa última semana. O evento vai de 20 a 22 de agosto de 2010 no Teatro Pedro Ivo Campos, anexo ao Centro Administrativo de Governo (rodovia SC-401, km 5, número 4600. O prêmio é de R$ 10 mil para o melhor grupo da Mostra Competitiva. As inscrições são feitas no site http://www.premiodesterro.com.br.

Os jurados são:

FRANK EJARA - fez parte do primeiro grupo profissional de Street Dance no Brasil, o grupo DMC Tour em 1992. Em 1996 começou a desenvolver um detalhado estudo sobre as origens e fundamentos das danças Breaking, Popping, Locking. Em 1999, criou a Cia. Discípulos do Ritmo, e tem se apresentado em vários países com suas 5 criações. A mais recente é Urbanóides 2.0. Como professor, Frank tem desenvolvido workshops onde prepara a nova geração e dá aprimoramento e conhecimento a dançarinos profissionais. Além da carreira como dançarino e coreógrafo, Frank mantém sua vida dentro da Cultura Hip Hop criando e promovendo eventos como o M.U.Dança e Hot Movies que apresenta os pioneiros das danças urbanas ao Brasil para compartilhar história e conhecimento com a cena local.


HENRIQUE TALMAH - professor e coreógrafo do Conservatório Brasileiro de Dança no Rio de Janeiro, com formação clássica e moderna, diretor da Talmah Cia de Dança, coreógrafo residente da Cia Brasileira de Ballet - coreógrafo do espetáculo Kurt Weill concerto com orquestra, coro e ballet da Fundação Teatro Municipal do Rio de Janeiro e participação de Ana Botafogo, com orquestra e ballet de Hagen Theater na Alemanhã, coreógrafo oficial da Escola de Samba Portela para os carnavais de 2007, 2208 e 2010.


JOMAR MESQUITA - professor, coreógrafo e bailarino, dirige a Associação Cultural Mimulus, a Mimulus Cia. de Dança e a Mimulus Escola de Dança desde 1990, desenvolvendo extenso trabalho de pesquisa das danças a dois em seus países de origem.
Dirigiu e coreografou todos os espetáculos da Mimulus Cia. de Dança. Criando uma linguagem própria e inovadora, que se renova a cada espetáculo, alcançou prêmios e críticas favoráveis em todo o mundo.

TATI SANCHIS - especializada em Jazz e Hip Hop e coreografia pop/comercial no Edge Performing Arts Center e Millenium Dance Complex em Los Angeles e teatro musical no Broadway Dance Center, Nova York. Premiada “Melhor instrutora” da Convenção Internacional CIAAF- Zaragoza, Espanha 2001. Professora e jurada dos maiores festivais de dança do Brasil como: Festival de Dança de Joinville, Encontro Latino Americano de Dança e outros. Diretora do Class Masters – curso de atualização para professores na área de Street/ Hip-Hop. Jurada, coreógrafa e professora do programa “High School Musical – A seleção”- Disney Channel e SBT. Diretora artística e coreógrafa da turné “High School Musical Brasil” – Sony BMG.


TÍNDARO SILVANO - Mâitre, coreógrafo e professor de técnica clássica. Iniciou seus estudos de técnica clássica com o Prof. Carlos Leite em Belo Horizonte e aperfeiçoou-se com destacados mestres no Brasil e exterior, notadamente com Hugo Dellavalle e Bettina Bellomo. Dançou nas seguintes Cias: Palácio das Artes (BH); Ballet Guaíra (Curitiba); Ballet Gulbenkian (Lisboa); Ballet do Theatro Municipal (Rio de Janeiro). A partir de 1986 passou a ministrar aulas de técnica clássica e a coreografar para diversas companhias e grupos de dança do Brasil e do estrangeiro. Dirigiu e ocupou o cargo de coreógrafo residente da Cia de Dança de Minas Gerais durante o período 1988-1996. Criou aproximadamente 15 obras para esta Cia, recebendo, por essas criações, inúmeros prêmios em Minas Gerais e em outros estados do Brasil. De 2007 a 2009 ocupou o cargo de diretor artístico, coreografo residente e mâitre do Ballet Jovem do Palácio das Artes. Durante os anos de 2004 e 2005 residiu em Paris na qualidade de artista convidado, premiado pela Fundação ICATU na “Cité Internationale des Arts”, entidade francesa que acolhe artistas de praticamente todas as partes do mundo a fim de difundir e criar inter-relações não só entre os mesmos e a França, mas principalmente criar um elo artístico entre as várias nações ali representadas.


BIA MATTAR - formada pela Escola de Ballet Evelyn, em São Bernardo do Campo - São Paulo, freqüentou diversos cursos de aperfeiçoamento no Brasil e no exterior. Entre eles: clássico, jazz, moderno e sapateado. Como bailarina atuou profissionalmente em diversas montagens e produções paulistas e catarinenses. Como professora atua em escolas de dança, projetos sociais e institucionais de fomento à arte e a criação artística nos âmbitos públicos e privados da sociedade. Diretora e coreógrafa do Grupo Perc Pé- Patibiriba de sapateado. Proprietária da Escola Garagem da Dança em Florianópolis. Professora e jurada de Festivais e Mostras de Dança Nacionais e Internacionais. Ex-diretora do CIC - Centro Integrado de Cultura de Santa Catarina. Ex-membro do Conselho Estadual de Cultura do Estado de Santa Catarina. Representante da Associação Profissional de Dança de Santa Catarina no Conselho Municipal de Cultura de Florianópolis para a Lei de Incentivo à Cultura. É representante na região sul do ITA – International Tap Association. Correspondente do Jornal da Dança e da Revista Dançar na Região Sul

Nenhum comentário:

Destaques

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...