sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Green Day – Warning

Antes de voltar ao topo das paradas de sucesso com “American Idiot”, 2004, o último disco de novas músicas do Green Day foi “Warning”, 2000. Formado por Billie Joe Armstrong, vocal e guitarra; Mike Dirnt, baixo; e Tré Cool, bateria; o trio da Califórnia, Estados Unidos, já estava enveredando por caminhos mais pop do que antes fizera, mesmo a canção “She”, de “Dookie”, 1994, sendo seu maior sucesso até então.

“Warning” mostra um Green Day mais maduro e chega até mesmo a ser politizado, característica intrínseca de “American Idiot”. A canção título, que abre o disco, já dá o tom:

“Caution: police lice: you better not cross / Is it the cops or am I the one that’s really dangerous? / Sanitation, Expiration date, Question Everything? / Or shut up and be the victim of authority”

Traduzindo para o português:

“Atenção: linha de polícia: melhor não atravessar / São os policiais ou eu que realmente sou perigoso? / Sanidade, Data de expiração, questione tudo? / Ou cale a boca e seja a vítima das autoridades”

Realmente é um Green Day bem mais politizado do que o início da carreira quando falavam de problemas adolescentes. Eles estão mais sérios também na faixa seguinte: “Blood, Sex and Booze”. “Church On Sunday” tem uma sonoridade mais na linha do som inicial destes californianos, assim como a letra: “If I promise to go to church on Sunday / will you go with me on Friday night?”; que em português fica: “Se eu prometer ir à igreja no domingo / você sairá comigo na sexta à noite?”.

O velho Green Day também aparece em “Fashion Victim”, “Castaway” e “Deadbeat Holiday”. Com uma sonoridade mais trabalhada que as outras canções, “Misery” já traz uma história, característica primordial do álbum seguinte, “American Idiot”. Esta é uma das melhores faixas do disco “Warning”. Em “Hold On”, o começo é quase “I Should Have Known Better”, dos Beatles. Mas é só a parte com gaita mesmo, apesar de a bateria marcar um ritmo muito ao estilo dos garotos de Liverpool.

Com letra bem característica de Green Day, “Jackass” traz à tona sons como o rock dos The Kinks. Se a música fosse toda de violão, seria igual a esse antigo rock. Nesse ponto do disco, em “Waiting”, os californianos voltam ao seu antigo estilo. As duas últimas faixas do álbum foram músicas de trabalho (singles), assim como a canção título “Warning”: “Minority” e “Macy’s Day Parade” escancaram um lado mais político, em um rockão e uma balada, respectivamente.

Quatro anos se passariam até as idéias amadurecerem e se transformarem em “American Idiot”. De qualquer forma, “Warning” não deixa de ser um bom disco de transição entre o Green Day inicial e o de hoje.


Músicas do álbum “Warning”:

1. Warning - 3:44
2. Blood, Sex, and Booze - 3:35
3. Church On Sunday - 3:19
4. Fashion Victim - 2:49
5. Castaway - 3:54
6. Misery - 5:07
7. Deadbeat Holiday - 3:36
8. Hold On - 2:58
9. Jackass - 2:45
10. Waiting - 3:14
11. Minority - 2:50
12. Macy's Day Parade - 3:34

Um comentário:

Maycom disse...

Ahhh, o bom e velho Green Day!!!! Uma das minhas bandas prediletas, muito bom teu texto Renato, show de bola, conseguiu trasmitir um bom momento nostalgia, valew véio, continua assim!!

Abraço.

Destaques

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...