segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Disney Adventures in Bossa Nova

Há muito tempo que a Bossa Nova é conhecida mundialmente. O ritmo de João Gilberto é uma das características brasileiras mais apreciadas no exterior. A tão característica batida no violão influenciou até mesmo o universo encantado Disney. Algumas coletâneas já surgiram dessa mistura. Uma delas é “Disney Adventures in Bossa Nova” deste ano de 2008.

O disco abre com “Cruela Cruel (Cruella de Vil)” na voz de Marcos Valle do filme 101 Dálmatas. A vilã da história ganha uma singela homenagem, apesar de seu ódio pelos pequenos cachorros, com direito a um solo de saxofone. Este CD é voltado para as crianças, o que fica bem claro em “Hi-Ho (Heigh-Ho)”, cantada por Joyce, o tema dos anões de Branca de Neve & Os Sete Anões.

O famoso Quarteto em Cy empresta suas habilidades vocais a serviço de “Somente o Necessário (The Bare Necessities)”, do filme Mogli – O Menino Lobo. As quatro vozes aproveitam suas diferenças para criar bonitas linhas melodiosas. “Aqui no Mar”, de A Pequena Sereia, é uma bela canção interpretada por Bena Lobo, que lembra Gilberto Gil de “Tropicalia ou Panis Et Circenses”, em 1968.

O renomado pianista João Donato aparece com Wanda Sa em “És Tu O Príncipe Azul (Once Upon A Dream)”, de A Bela Adormecida. Miucha põe sua suave voz em “A Bela E A Fera”, do filme homônimo. Edu Lobo interpreta “Ciclo Sem Fim (Circle Of Life)”, do O Rei Leão, música de Elton John. “A Estrela dos Sonhos”, de Pinóquio, é mais uma canção adocicada por Joyce.

Repleto de grandes nomes da Bossa Nova, “Disney Adventures in Bossa Nova” tem também Ivan Lins, em “Um Mundo Real (A Whole New World)”, de Aladdin. O famoso cervo Bambi está representado pela faixa “Canção de Amor (Love Is A Song)”, cantada pela presente voz de Carlos Lyra. Outro filme de sucesso, Alice No País Das Maravilhas, tem Ana Martins em “Um Mundo Só Para Mim”.

A melhor música da coletânea é “Não É Fácil (It’s Not Easy)”, proveniente de Pete’s Dragon, interpretada por Marcos Valle & Patrícia Alví. Esta faixa passa bem a sensação de história infantil. Intercalando a voz suave de Patrícia com o grave, e ao mesmo tempo calmante, cantar de Valle. Essa vale o disco.

Joyce canta uma terceira faixa: “Bibbidi-Bobbidi-Boo”, de Cinderela. Mais uma canção com o alvo certo nas crianças, com até solo de flauta. É também uma das melhores da coletânea. Porém em “Supercalifragilisticexpialidoso”, de Mary Poppins, Sanny Alves complicou de vez. Uma espécie de hino em formato de samba é “Mickey Mouse Club Samba”, interpretada por João Gaspar, que fecha o disco.

Nenhum comentário:

Destaques

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...