quinta-feira, 13 de março de 2008

Creedence Clearwater Revival – Chronicle Volume Two

O Creedence Clearwater Revival é a maior banda do folk-rock, também conhecido como country-rock. O grupo durou apenas cerca de cinco anos, mas foi o suficiente para influenciar muitos músicos na ativa hoje, pode-se citar o Pearl Jam e o Kings Of Leon. Em menos de meia década, de 1968 a 1972, o Creedence somou tantos sucessos quanto outros conjuntos fariam em muito mais tempo. Canções como “Born On The Bayou”, “The Midnight Special” e “Lookin’ For A Reason” estão presentes nesta coletânea.

O segundo volume do “Chronicle”, lançado somente em 1986, abre com “Walk On The Water”, do primeiro auto-intitulado disco de julho de 1968. Em seguida, vem chegando devagar a segunda parte de “Susie Q”, componente mais experimental da canção cujo início estava no “Chronicle”, coletânea de 1976.

“Chronicle Volume Two”, assim como seu sucessor, passa por todos os álbuns do Creedence Clearwater Revival. Com “Born On The Bayou”, as músicas de “Bayou Country”, janeiro de 1969, são tocadas. O rock em estado puro está em “Good Golly Miss Molly”.

O country-rock aparece bem característico em “Tombstone Shadow”, do disco “Green River”, agosto de 1969. O clima de campo está na faixa “Wrote A Song For Everyone”. Já “Night Time Is The Right Time” é um blues com guitarras distorcidas.

“Cotton Fields” apresenta o ar composto no disco “Willy And The Poorboys”, novembro de 1969, um rock dançante daquela época. E o rock n’ roll continua em “It Came Out Of The Sky”. O som se transforma quase em country na música “Don’t Look Now (It Ain’t You Or Me)”. “The Midnight Special” começa bem ao estilo americano: o vocal cantado em a capela e a guitarra acompanhando após cada frase, para depois descambar no ritmo característico do disco do final de 1969.

Abrindo o momento considerado mais clássico pelos críticos, “Before You Accuse Me” faz parte do disco “Cosmo’s Factory”, julho de 1970. Esta antiga canção de rock n’ roll também foi gravada por Eric Clapton, em seu acústico da MTV, de 1992. “My Baby Left Me” é um rock muito semelhante a “That’s All Right”, cantada por Elvis Presley, em 1954.

“Pagan Baby” começa a fase “Pendulum”, de dezembro de 1970, da coletânea. Com um som mais definido, o Creedence Clearwater Revival tinha claro quando tocava rock e quando compunha baladas. Este segundo tipo de música são “(Wish I Could) Hideaway” e “It’s Just A Thought”. O rock n’ roll volta em “Molina”, mais um grande clássico da banda. Ainda de “Pendulum”, “Born To Move” já utiliza metais ao adentrar a década de 1970.

Chegando ao fim da discografia do Creedence Clearwater Revival, o álbum “Mardi Grass” apresenta o country “Looking For A Reason” e o country-rock “Hello Mary Lou”, também tocada pelo Led Zeppelin, em seu disco triplo ao vivo “How The West Was Won”, gravado em 1972, mas lançado somente em 2003.


Músicas de “Chronicle Volume Two”

1. Walk on The Water
2. Susie Q (Part 2)
3. Born on The Bayou
4. Good Golly Miss Molly
5. Tombstone Shadow
6. Wrote a Song For Everyone
7. Night Time is the Right Time
8. Cotton Fields
9. It Came Out of The Sky
10. Don't Look Now (It Ain't You or Me)
11. The Midnight Special
12. Before You Accuse Me
13. My Baby Left Me
14. Pagan Baby
15. (Wish I Could) Hideaway
16. It's Just a Through
17. Molina
18. Born to Move
19. Lookin' For a Reason
20. Hello Mary Lou


Integrantes do Creedence Clearwater Revival:

John Fogerty – voz e guitarra
Tom Fogerty – guitarra
Stu Cook – baixo
Doug Clifford – bateria


Para ver mais Creedence Clearwater Revival:
Chronicle - http://fotolog.terra.com.br/classicosdamusica:29

Nenhum comentário:

Destaques

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...